[ editar artigo]

Tudo sobre yoga para mamãe e bebê

Tudo sobre yoga para mamãe e bebê

Você sabia que a prática da yoga em família proporciona mais afeto entre a mamãe e o bebê? Isso mesmo, essa é uma das atividades que trabalham muito mais do que apenas o corpo! Ela é perfeita para aquele momento da vida em que a mulher ainda não consegue se desgrudar do seu filhote.

Descubra todos os motivos que fazem desta uma ótima opção para as mães que se encontram no período pós-parto e gostariam de voltar a se exercitar!

Parte prática:

Essa especialidade de yoga é indicada para as mamães a partir dos 60 dias pós parto (quando liberadas pelo médico) e bebês a partir de 2 meses. As aulas têm duração de 45 minutos em média, realizadas duas vezes por semanas, e cada dupla deve respeitar o seu ritmo! Alguns dias podem ser marcados por choros e indisposição – dos dois lados, como outros podem ser compostos de risadas gostosas e movimentos inéditos. É sempre um aprendizado.

Caso de gêmeos ou mais:

A aula é feita sempre entre mãe e o filhote. Por isso, no caso de mais bebês, será necessário convocar a participação do pai ou de um acompanhante nas aulas! Cada criança merece a atenção total de um adulto.

Benefícios para o bebê:

Criança ativa é criança feliz! Bebês que recebem estímulos para se movimentar, desenvolvem as funções motoras e flexibilidade com mais facilidade. Além disso, exercícios são preventivos e ajudam no alívio das temidas cólicas. Os pequenos gastam muita energia com as atividades, o que resulta em noites de sono com muito mais qualidade (mamãe e papai agradecem, não é mesmo?)

Benefícios para a mulher:

Os primeiros meses após o nascimento do bebê podem ser extremamente estressantes para a mamãe. A pressão de acertar o tempo todo gera um desgaste emocional único, já que toda a rotina é marcada por tarefas e cuidados com o recém-nascido. A yoga compartilhada propõe algo totalmente diferente. É um momento para a mulher ficar tranquila e apenas amar aquele bebê, sem julgamentos e cobranças.

É uma atividade física que combate a ansiedade e ao mesmo tempo desenvolve flexibilidade e resistência do corpo, melhorando todos os aspectos da sua vida.

E por falar em condicionamento, se o seu foco é voltar a forma que estava 9 meses atrás, essa também é uma ótima opção. As aulas ajudam a fortalecer o assoalho pélvico, as costas, peito e períneo, além de trabalhar o realinhamento postural, proporcionar alívio de dores geradas pela amamentação e das tarefas diárias como a de carregar o bebê. Ou seja, tudo que você precisa para que o seu corpo retorne ao seu estado original muito mais rapidamente.

Benefícios para a relação mamãe e bebê:

Acolhimento. Carinho. Companheirismo. Olho no olho. Não há nada mais poderoso do que sentir o amor na pele. A yoga possibilita a criação de um vínculo de confiança entre ambos, no qual o pequeno sente o tato e a proteção da mãe continuamente. É uma ótima maneira de entrar em sintonia e estreitar os laços com seu filho.

IMPORTANTE

A prática pode ter ficado conhecida com o nome de “yoga para mães e bebê”, mas é claro que essa atividade também pode ser realizada pelos pais. Na verdade, é extremamente recomendável!

Está a procura de uma atividade física neste período pós-parto? Conhece uma mamãe que esteja? Então compartilhe este conteúdo e a ajude a encontrar uma prática que seja saudável para toda a família!

Comunidade Alô Bebê
Alô Bebê
Alô Bebê Seguir

Redação - Alô Bebê

Ler matéria completa
Indicados para você