[ editar artigo]

Será que o seu bebê compreende o que você fala?

Será que o seu bebê compreende o que você fala?

Você já se pegou conversando com seu bebezinho e se perguntando depois se ele entendeu uma palavra sequer? Apesar de os pequeninos não terem a capacidade de se comunicarem verbalmente nos primeiros meses de vida, isso não significa que eles não compreendam o que falamos – ou expressamos através de feições e tom de voz. Mas, e sobre a evolução da comunicação propriamente dita, você sabe como ela se dá nos bebês?

O que o bebê entende?

Estudos revelaram que os pequenos entendem muito mais do que imaginamos, tanto que evidências apontam que os bebês começam a reagir aos estímulos verbais quando ainda estão no útero da mãe. Porém, com relação ao aprendizado da linguagem, ele ocorre ao fazermos a conexão entre as palavras que ouvimos e o ambiente que nos cerca – e o que é verbalizado ganha significado.

LEIA MAISHora do banho: tire todas as suas dúvidas sobre a higiene do bebê

Já os bebês começam a fazer essa ligação e entender o que dizemos muito antes de aprenderem a falar. De quando nascem até os 3 meses, os pequeninos se baseiam em expressões faciais e na entonação de voz para dar sentido ao que ouvem – e desenvolvem um tipo de comunicação rudimentar que ocorre através de choros específicos, expressões e olhares. Aliás, embora os bebês não consigam comunicar se nos compreenderam ou não, pais atentos reconhecem facilmente gestos e ações que os filhos usam para “conversar”!

Tagarelices

Ao final do primeiro trimestre, os pequenos começam a emitir as primeiras vocalizações e, por volta dos 4 meses, já conhecem os próprios nomes e respondem quando são chamados. É a partir daí que os bebês passam a reconhecer as vozes das pessoas de seu convívio diário e começam a imitar o que veem e escutam à sua volta.

Surpreendentemente, pesquisas revelaram que, com 5 meses, os bebês começam a se familiarizar com conceitos de quantidade e com algumas noções de causa e efeito e, aos 6 meses, já são capazes de conferir significado a muitas das palavras que ouvem e de compreender o que falamos. Dos 6 meses em diante, os pequenos desenvolvem noções de empatia, característica vital para o crescimento socioemocional, e dos 8 aos 10 meses começam a pronunciar as primeiras sílabas.

Nesse período, os bebês também são capazes de identificar e copiar uma variedade de gestos usados na comunicação – como mexer a cabecinha em movimentos afirmativos ou negativos, dar tchau, balançar o dedinho para dizer “não” e bater palminhas, por exemplo. Dos 8 aos 12 meses, as crianças conseguem compreender ordens simples e seguir instruções, e dos 12 aos 18 seu vocabulário começa a aumentar.

Depois dos 2 anos de idade, as crianças já são capazes de cumprir ordens mais elaboradas, como fazer ou buscar algo que pedimos a elas e, aos 3, normalmente apresentam vocabulário composto por centenas de palavras e compreendem melhor as tarefas e atividades da rotina familiar. Com 6 anos, os pequenos geralmente têm domínio sobre milhares de palavras e, a partir dessa idade, continuam expandindo seu conhecimento sobre situações e conceitos cada vez mais complexos – processo este que, na verdade, nunca cessa.

LEIA MAISAprenda o que as diferentes cores e texturas do cocô do bebê significam

Assim, um conselho bacana é que os pais conversem mais com os filhos e, embora eles ainda sejam bebês, que os tratem como verdadeiros companheiros de diálogo. As evidências apontam fortemente que, além de estarem nos ouvindo, eles nos compreendem e aprendem conosco, e essas sessões de bate-papo podem contribuir – e muito – para o desenvolvimento intelectual da criança. E você, mamãe, conversa com o seu pequeno? Divida sua experiência conosco nos comentários e não deixe de compartilhar este post com outras mães!

TAGS

bebê

fala

Comunidade Alô Bebê
Alô Bebê
Alô Bebê Seguir

Redação - Alô Bebê

Ler matéria completa
Indicados para você