[ editar artigo]

Saiba como controlar a queda de cabelo no pós-parto

Saiba como controlar a queda de cabelo no pós-parto

A gestação é marcada por intensas alterações emocionais e físicas. Ao longo de 9 meses, o corpo da mulher se transforma tanto por dentro quanto por fora: medidas, pele, unha e cabelo ganham novas texturas e características – e infelizmente nem todas são positivas. Quando falamos especificamente dos nossos fios, é uma montanha russa: durante a gravidez tendem a ficar mais brilhantes e sedosos, porém no pós-parto a queda de cabelo acaba se tornando uma dor de cabeça para muitas mamães!

Para entender, tratar e até mesmo evitar essa situação, fizemos o levantamento de informações e cuidados indispensáveis para as madeixas de toda gestante! Confira:

Por que o cabelo da mãe cai após o nascimento do bebê?

Produção hormonal. Durante a gravidez, a mulher permanece com o organismo bombardeado de hormônios. A vitalidade visível dos fios é resultado direto da alta quantidade de estrógeno e progesterona.  Porém, cerca de 2 meses depois do nascimento, os níveis desses hormônios diminuem drasticamente. Os cabelos sentem essa mudança e começam a cair com muita facilidade, além de ficarem mais ressecados.

Amamentação. A alimentação do bebê está diretamente ligada a criação e distribuição de hormônios pelo corpo da mulher. Durante o aleitamento a produção da prolactina, responsável pela geração do leite materno, acaba reduzindo os níveis de progesterona. Isto favorece a diminuição vigorosa dos hormônios femininos, impulsionando a queda de cabelos.

Estresse. Os primeiros meses com o seu filhote em casa tendem a ser estressantes. A nova rotina, a adaptação do bebê com a família e o meio podem fazer com que a mamãe perca o sono. E acredite, isso interfere na sua saúde capilar! Antes, na gestação, os folículos dos fios ficavam em estágio de repouso, mas agora, em movimento constante, eles tendem a se soltar do couro cabeludo.

O quanto dessa queda é considerada normal?

Segundo a Sociedade Brasileira de Dermatologia, pode ocorrer uma perda de até 30% dos seus fios de cabelo! Parece muito, mas calma – ainda vamos te falar como fortalecer as madeixas. O importante é saber que essa queda de cabelo costuma durar seis meses em média, a partir de 2 meses depois do parto. E se o problema persistir depois desse período, a mamãe deve procurar um especialista para avaliar o caso.

Dicas para manter os fios saudáveis:

  • Para que o cabelo não fique oleoso, evite lavar e escovar os cabelos mais de 3 vezes por semana.

  • Não lave os cabelos com água quente! Por mais gostoso que seja ficar no chuveiro com aquela temperatura nas alturas, o hábito faz mal para os nossos cabelos – e isso vale para qualquer período da vida! A água quente resseca os fios e estimula o couro cabeludo a produzir mais óleo, o que pode deixá-lo com aspecto de sujo. Ele também perde todo o brilho! Em cabelos tingidos, e em especial os avermelhados, a água quente é ainda mais prejudicial, já que facilita o desbotamento da cor. Infelizmente, todos os tipos de cabelos sofrem com essa condição, mulheres de cabelo enrolado, mesmo com os fios mais secos, perdem ainda mais a oleosidade natural, ficando sem vida, quebradiços e sem cachos definidos. De maneira geral, o ideal é lavar as madeixas com água morna, em torno dos 23º C. Se o frio for muito intenso e a água quente inevitável, use água fria para dar o último enxágue!

  • Desembarace o cabelo antes da lavagem para diminuir a queda de fios durante o banho. O ideal é usar sempre um pente largo para pentear o cabelo e desfazer nós.

  • Use produtos próprios para cabelos quebradiços - Escolha shampoos e condicionador específicos para a queda de cabelo, e de preferência, de marcas de boa qualidade. É um gasto extra de vale a pena! Ampolas de vitamina A também pode ser usadas para manter o cabelo bonito e hidratado.

  • Turbine a sua alimentação! É crucial para toda e qualquer mamãe no pós parto ter uma dieta saudável, afinal, é um período que requer muita energia e disposição. Comece incluindo frutas, legumes, verduras e fontes de proteína no seu cardápio. Lembre-se daquela regrinha: quanto mais colorido estiver o seu prato, melhor! Para ter certeza que os seus fios receberão todos os nutrientes necessários para retomar a sua força, procure ajuda profissional – a nutricionista será a melhor pessoa para te guiar! Mas até a sua consulta, podemos te dizer para investir nos alimentos ricos em: proteínas (como ovos, carnes, leite e iogurte), vitamina A (como cenoura crua e espinafre), ferro (como feijão, beterraba e salsinha) e zinco (como a castanha do Pará). Sugestão: Uma maneira muita prática (e gostosa) de consumir mais vitaminas e minerais é apostar no suco de frutas. Além de ajudar na hidratação e ser refrescante, eles possibilitam a ingestão de uma variedade grande de nutrientes. Só não pode encher de açúcar né?

  • Beba muita água! O líquido ajuda a manter cabelo e a pele sempre hidratados!

  • Fique longe dos procedimentos químicos, pois eles prejudicam a saúde dos fios. Tinturas e alisadores, por exemplo só devem ser feitos depois de aprovados pelo médico! E mesmo o uso frequente de secador e chapinha deve ser esquecido por uns meses. Muitas mulheres acabam recorrendo a esses métodos por conta daqueles fiozinhos curtos que tendem a ficar espetados no alto da cabeça e na parte da franja. Sabemos que pode incomodar, mas eles são apenas cabelos novos que começam a crescer! O correto, neste momento, é lavar, hidratar e aguardar o crescimento dos fios para que tudo se normalize. Uma solução pode ser o uso de óleos reparadores.

  • Tome sol! A falta de vitamina D pode aumentar a queda dos fios. Aproveite os dias quentes para passear com o seu filhote, e receba essa poderosa luz solar. A única ressalva é: que seja antes da 10h da manhã e depois das 16h, pois nestes horários, os raios ultravioletas não agridem a pele e estimulam a produção da vitamina.

Viu como existem várias maneiras de cuidar do cabelo no período pós-parto? Os hormônios podem até pregar peças nas mamães, mas são tantas formas de contornar a situação, que a queda dos fios não precisa ser um problema! Quando o seu bebê nasceu, você teve essa dificuldade? Como superou? Conte pra gente! Deixe o seu comentário!

Comunidade Alô Bebê
Alô Bebê
Alô Bebê Seguir

Redação - Alô Bebê

Ler matéria completa
Indicados para você