[ editar artigo]

Dicas para uma ótima recuperação no pós-parto!

Dicas para uma ótima recuperação no pós-parto!

Toda mamãe, depois do parto, seja ele normal ou cesáreo, precisa de um tempo mínimo e um estilo de vida adequado para conseguir se recuperar totalmente. O período estimado pelos médicos é de 40 dias, o chamado puerpério (a famosa quarentena), em que alguns cuidados especiais são necessários! Nas primeiras semanas em casa, a mulher vai sentir algumas dores e incômodos. Afinal, seu organismo fez um grande esforço durante os nove meses e com a chegada do bebê, ambos precisam de atenção e muito carinho.

Não faça esforço físico!

Peça para o seu companheiro trazer o bebê até a sua cadeira de descanso ou cama, assim você pode dar colo e amamentar sem precisar se levantar e carregar seu filhote. Carregar peso e contrair o abdômen são sinônimos de dor nessa fase! Isso porque logo após o parto, a placenta é expelida e o útero se contrai firmemente para vedar os vasos sanguíneos abertos na parede uterina.

A área onde a placenta estava presa é bem parecida a uma ferida que precisa ser cicatrizada. As contrações uterinas, às vezes chamadas de "dor pós-parto", podem ser sentidas como fortes sensações de cólica durante os primeiros dias. Embora doloridas, estas sensações ajudam no processo de cura. E caso as cólicas estejam muito desconfortáveis, analgésicos podem ajudar!

Mantenha uma dieta equilibrada

O consumo de minerais, como o ferro e o cálcio, continua fundamental como na gestação! Portanto, as carnes, principalmente as vermelhas, e os laticínios são mais do que bem-vindos. Também é importante beber de dois a três litros de água por dia, especialmente um copo grande antes e outro depois de amamentar.

Quando o bebê dormir, também tire uma soneca

Você pode esperar muitas noites de sono interrompido, então o ideal é compensar tirando sonecas durante o dia. Tente dormir o máximo em um período de 24 horas (mesmo que em doses homeopáticas), como você fazia antes do bebê nascer.

Evite estresse

Três dicas para não ficar nervosa quando chegar do hospital

Deixe sua casa pronta para a chegada do bebê. Ambiente tranquilo é o melhor para os pais e a criança, ainda mais se já tiver planejado e organizado para todas as novas tarefas que vocês vão realizar juntos.

Depois de conhecer o vovô, vovó, titio, titia, madrinha, primos e muita gente ainda no hospital, que tal deixar as visitas para depois do período de recuperação? Sabemos que não é ideal ter a companhia de familiares e parentes em casa no pós-parto! A mamãe e o bebê estão com a imunidade baixa neste momento, e não vale a pena tornar um momento tão gostoso assim como uma dor de cabeça!

E falando em dor de cabeça, durante esse tempinho, nada melhor do que contratar alguém para ajudar em casa, não é mesmo? Se puder ter uma pessoa para lhe ajudar nos afazeres domésticos, melhor, porque você irá ter mais tempo para se dedicar somente ao bebê!

IMPORTANTE:

Nesta fase existe uma queda dos níveis hormonais, capaz de provocar desânimo e cansaço, o que torna imprescindível o apoio do pai e da família. Inclusive, aproximadamente 80% das novas mães experimentam sentimento de tristeza e insegurança. Esse estado, que costuma durar até 15 dias, é classificado pelos médicos como baby blues. Mas, se o mal-estar persistir e vier associado a problemas de apetite e de sono, falta de concentração e de interesse em qualquer atividade, pode se tratar de depressão pós-parto, que requer auxílio médico. Fique atento!

Gostou do nosso post sobre recuperação no pós-parto? Então aproveite a visita ao nosso site para integrar a Comunidade Alô Bebê! Dessa maneira você irá receber as nossas atualizações na sua caixa de entrada. Quando se trata de filhos, boas orientações nunca são demais!

Comunidade Alô Bebê
Alô Bebê
Alô Bebê Seguir

Redação - Alô Bebê

Ler matéria completa
Indicados para você