[ editar artigo]

Como tratar gripe e resfriado durante a gravidez?

Como tratar gripe e resfriado durante a gravidez?

Cuidar da saúde da gestante deve ser uma prioridade sempre, mesmo quando surgir uma doença aparentemente simples e que já sabemos como tratar. A gripe e o resfriado na gravidez não são motivos para preocupação, mas é necessário saber que há, sim, alguns detalhes que devem ser considerados. 

LEIA MAIS Rinite gestacional: Tudo o que você precisa saber sobre a doença

Durante a gestação, a mulher passa por diversas transformações no sistema imunológico, o que faz com que a gripe e o resfriado apareçam com mais facilidade. Nesse contexto, é preciso lembrar que a abordagem é diferente. 

Aos primeiros sinais — dor de cabeça, tosses, espirros, nariz congestionado, cabeça pesada e dores no corpo —, é comum que a gestante recorra aos mesmos remédios que sempre tomou nessas ocasiões, mas é importante saber que os antigripais são proibidos nessa fase, já que eles contêm vasoconstritores que podem resultar em taquicardia e queda da pressão arterial. Esses problemas podem afetar a quantidade de oxigênio que o bebê recebe. 

Prevenção

Antes que a gripe ou o resfriado ataque a gestante, existem alguns cuidados que ela pode tomar para evitar ter a doença durante a gravidez. A primeira dica é se vacinar contra a gripe; isso pode ser feito gratuitamente em postos de saúde e não tem contraindicação para a mãe ou para o bebê. Como a vacina é desenvolvida com o vírus inativo, o máximo que acontece é uma reação logo após o procedimento. É normal que a gestante sinta dores no corpo, dores de cabeça ou no local da picada, mas nada que represente motivo para preocupação. 

Além disso, aposte em uma alimentação nutritiva e equilibrada, dando atenção especial aos alimentos ricos em vitamina C, como laranja, acerola, abacaxi e tangerina. Tome bastante água todos os dias, faça exercícios físicos regularmente e tente ter noites de sono tranquilas. Ainda, evite lugares fechados e lotados e lave as mãos com frequência, especialmente no outono e no inverno. 

Combatendo a gripe

Se, mesmo assim, você ficar gripada durante a gravidez, não se desespere! A primeira dica é esquecer os remédios que você tomava antes da gravidez e buscar novas alternativas para combater os sintomas. 

LEIA MAIS  - Como cuidar dos pés inchados durante a gravidez?

Antes de tomar qualquer medicamento, consulte o seu obstetra para se informar sobre as opções que não representem um risco para você e o bebê. Além dos antigripais, é terminantemente proibido fazer uso dos descongestionantes nasais, pelos mesmos motivos. Uma alternativa viável é a inalação com soro fisiológico.

Caso surjam sintomas muito intensos, como dores e febres, converse com o seu médico sobre a possibilidade de recorrer ao paracetamol, um medicamento que oferece poucos riscos durante a gravidez e pode ser tomado por um período prolongado se necessário. 

Ingerir suplementação de vitamina C também é uma excelente opção, já que melhora a imunidade da gestante, mesmo não agindo diretamente sobre os sintomas. As recomendações para prevenir a doença devem continuar sendo seguidas também durante o resfriado ou a gripe, para que a doença não se agrave e você se cure mais rapidamente. 

Para lidar com outros sintomas, como dor de garganta e tosse, o jeito é se hidratar bastante e investir em alimentos naturais como mel e gengibre. Os chás também são uma opção para fortalecer o sistema imunológico. 

LEIA MAISTudo o que você precisa saber sobre corrimento na gravidez

Se, mesmo assim, os sintomas persistirem ou se a febre estiver muito alta, busque ajuda médica para encontrar um tratamento adequado, que não ofereça riscos.

Comunidade Alô Bebê
Alô Bebê
Alô Bebê Seguir

Redação - Alô Bebê

Ler matéria completa
Indicados para você