[ editar artigo]

Como tratar a rinite dos bebês?

Como tratar a rinite dos bebês?

Rinite alérgica é uma doença crônica que afeta milhares de pessoas ao redor do mundo, mas, quando as vítimas são bebês, os cuidados devem ser redobrados para garantir que eles fiquem confortáveis. Pensando em como tratar esse problema, trazemos algumas dicas interessantes para ajudar a identificar se seu bebê tem rinite, assim como formas de minimizar os sintomas sofridos pelas crianças.

Como identificar a rinite?

Para identificar a rinite é necessário saber exatamente o que ela é: uma inflamação causada por alergia a várias substâncias, como poeira, fumaça, pólen e até mesmo cheiros fortes, como perfumes. A reação da pessoa que sofre de rinite aos alergênicos é a produção de histamina em demasia, dando início aos sintomas.

LEIA MAIS Como identificar um atraso na fala dos filhos?

Os sintomas mais comuns das crises de rinite alérgica são coriza intensa e nariz entupido, espirros, coceira no nariz, nos olhos e nas orelhas, tosse e ronco durante o sono. Esses indícios não necessariamente surgem de uma só vez, mas são quase garantidos os espirros, a coriza e a coceira no nariz. Em bebês, isso pode causar mais irritação do que em adultos, diminuindo seu tempo de sono, seu apetite e sua vontade de brincar e fazer outras atividades.

Assim que os sinais são identificados pelos pais, existe a necessidade de realizar uma consulta com um pediatra para que o profissional possa identificar exatamente qual alergênico está afetando o bebê. Em seguida, um tratamento adequado deve ser indicado pelo médico.

Meios de combater as crises

Rinite alérgica é uma doença crônica e, por isso, sem cura, sendo possível apenas controlá-la o máximo possível. Apesar de médicos conseguirem indicar medicamentos que podem trazer um resultado mais rápido, existem meios de minimizar as crises.

Você pode oferecer bastante líquido para o bebê durante o dia, pois isso fluidifica as secreções, facilitando sua retirada e impedindo seu acúmulo. Outra dica é tentar vestir a criança apenas com roupas lavadas recentemente, evitando que ela use peças que contenham substâncias alérgicas, como pó. Isso vale também para a secagem das roupas, que é aconselhável que não ocorra fora de casa pelo mesmo motivo.

Caso a criança já esteja dando sinais de uma crise, faça a limpeza do nariz com soro fisiológico, assim como realize nebulizações, também com soro fisiológico, para livrar as vias respiratórias.

Para tentar evitar o surgimento das crises, é aconselhável não utilizar tapetes nem cortinas de tecido nos cômodos em que o bebê fica, assim como guardar livros e revistas para evitar o acúmulo de poeira pela casa. Isso vale também para bichinhos de pelúcia e brinquedos.

LEIA MAISPor que não devemos engrossar o leite do bebê?

Troque diariamente a roupa de cama e evite ao máximo fumar dentro de casa, algo que vai além do cuidado com a rinite do bebê e tem relação com sua saúde em geral. Com essas dicas, é possível aliviar um pouco o dia a dia do bebê com rinite, evitando que a criança sofra com os sintomas da alergia.

Você conhece mais dicas para ajudar outros pais? Não deixe de compartilhar suas experiências nos comentários abaixo.

TAGS

RINITE

Comunidade Alô Bebê
Alô Bebê
Alô Bebê Seguir

Redação - Alô Bebê

Ler matéria completa
Indicados para você