[ editar artigo]

Como saber se o seu bebê está com frio?

Como saber se o seu bebê está com frio?

Com as temperaturas caindo, o cuidado com as crianças deve ser redobrado! No entanto, em se tratando de recém-nascidos, não é tão fácil saber se eles estão bem protegidos ou não do frio, especialmente para os pais de primeira viagem. Além de serem frágeis e pequeninos, os bebês — obviamente — não conseguem se expressar, e os adultos levam um tempo para aprender a decifrar o que eles estão sentindo. Mas existem alguns sinais que podemos observar para saber se precisamos caprichar um pouco mais na hora de agasalhar os nossos filhos.

Pistas

Nos primeiros meses de vida, apesar de terem dificuldade em regular a própria temperatura corporal, os bebês conseguem ficar confortáveis em um ambiente que esteja ligeiramente quente ou frio. Os problemas se dão quando ocorrem mudanças bruscas de temperatura — e são elas que deixam os nossos pequenos estressados e frustrados.

LEIA MAISComo saber se o seu bebê está com frio?

Uma das primeiras pistas que os bebês nos dão quando estão desconfortáveis com o clima é ficarem mais irritadiços e agitados, começarem a chorar e não conseguirem dormir ou comer muito bem. Uma dica para saber se pode ser frio é checar as extremidades do corpinho para sentir a temperatura ao toque.

De modo geral, os pés, a cabeça e as mãos podem estar um pouco mais frios do que o restante do corpo, mas nunca devem estar gelados. Além disso, os pais devem tocar as costas, o peito e o pescoço do pequeno, pois essas regiões parecerem frescas é um bom indicativo de que a criança precisa ser mais bem agasalhada.

Outra dica é verificar a temperatura da nuca do bebê, já que essa área permite uma melhor ideia de como está o restante do corpinho. Aliás, outros sinais claros de que o pequenino está com frio e precisa ser aquecido o quanto antes é estar com os dedos das mãos e dos pés azulados, os lábios arroxeados e estar muito quietinho e letárgico. Então, fique de olho!

Xô, frio!

Os bebês perdem calor mais depressa do que as crianças maiores e do que nós, adultos. Mas isso não significa que eles precisam de peças e mais peças de roupa nem que devem ser enrolados em cobertores e mantas para ficarem protegidos do frio e bem quentinhos.

Na verdade, basta que os bebês sejam abrigados com uma camada de roupa a mais do que nós estamos usando. Ou seja, se estivermos vestindo calça e camiseta de manga comprida, o pequeno deve usar o mesmo, mas com um macacãozinho por cima, por exemplo. Nos dias mais frios, vale colocar uma touca no bebê, já que a cabeça é uma superfície importante para perda de calor, além de manter as mãos e os pés protegidos com luvas e meias.

LEIA MAISO frio está chegando: como proteger os bebês no inverno?

Com relação à temperatura corporal propriamente dita, os pais não têm nada com o que se preocupar contanto que ela não fique abaixo dos 35° C nem acima dos 37,8° C. Lembrando que abrigar demais a criança pode fazer com que ela fique com calor, o que não é desejável, já que, além de irritar o bebê e poder ocasionar quadros de febre, o aumento de temperatura pode gerar desidratação.


Você já conferiu os demais posts e artigos relacionados à saúde do bebê na nossa comunidade? Não? Então não deixe de navegar e conhecer o conteúdo que publicamos por aqui!

Comunidade Alô Bebê
Alô Bebê
Alô Bebê Seguir

Redação - Alô Bebê

Ler matéria completa
Indicados para você