[ editar artigo]

Como ensinar meu filho a tomar banho sozinho?

Como ensinar meu filho a tomar banho sozinho?

“Tchau preguiça/ Tchau sujeira/ Adeus cheirinho de suor/ Oh.../ Lava, lava, lava...” O famoso ratinho do Castelo Rá-Tim-Bum já incentivava e ensinava as crianças a tomarem banho sozinhas nos anos 90. Com música, auxílio dos pais e um passo a passo divertido, os pequenos se viam motivados a entrar no chuveiro e explorar a água e o sabão.

Hoje em dia, não é diferente! Chega um momento da infância que as crianças simplesmente começam a fazer as coisas com maior independência. Seja escolher a própria roupinha, querer segurar sua mochila sozinha ou tomar banho. Porém, esse hábito específico, requer mais cuidados! Não é apenas uma questão de higiene, mas de segurança. Por mais que o pequeno tenha ótimas intenções em querer se lavar, não é uma boa ideia trancar a porta e nem deixá-lo desacompanhado na banheira, mesmo que já seja maiorzinho.

Para sanar qualquer dúvida, selecionamos informações importantes sobre o processo de ganho de autonomia das crianças durante o banho. Confira:

Existe uma idade correta para se deixar o filho tomar banho sozinho?

O indicado é que os pais conversem e comecem a treinar esse hábito quando a criança já tiver noções de perigo (como tomar cuidado para não escorregar box, bater a cabeça nas quinas ou colocar o sabão/shampoo na boca, por exemplo) e de higiene. Normalmente isso acontece por volta dos 5 ou 6 anos de idade.

Tenha certeza que o seu filho sabe fazer a própria higienização

De nada adianta a criança se manter segura dentro do banheiro, mas sair de lá exatamente como entrou, não é mesmo? Ao longo de todos os banhos, desde bebê, mamãe e papai precisam instruir o pequeno. Enquanto for muito novo, vá mostrando as partes do corpo, para ir se conhecendo e observando o que acontece em meio a tanta água. E partir dos 2 ou 3 anos de idade, já é possível começar a ensinar a criança a esfregar algumas partes, como os braços e perninhas, corrigindo eventuais falhas e elogiando os acertos. Lembre as meninas de ensaboar as mãos para lavar a vagina, incluindo os grandes lábios, e os meninos de puxar o prepúcio (pele que cobre a cabeça do pênis) delicadamente e lavar a área exposta.

Lavar os cabelos não é uma missão impossível

Pode ser uma tarefa mais complicada, mas o processo de aprendizado é o mesmo. Próximo dos 2 anos, os pais já podem começar a explicar para a criança como levar os fios com o shampoo/condicionar (e que os produtos escolhidos não ardem, basta limpar o excesso dos olhinhos). Esfregar e enxaguar exige mais habilidade, então o indicado é que ela realize sozinha apenas depois dos 5 anos.

Cuidados especiais:

Infelizmente, quando falamos de banho em bebês e crianças, existem dois acidentes domésticos muito comuns: a derrapagem (em banheiros) e queimaduras (em banheiras).

As quedas pode ser evitadas com tapetes antiderrapantes, e para encher a banheira sem correr nenhum risco, o ideal é colocar primeiro água fria. Depois, verifique a temperatura da banheira imergindo a mão inteira na água, espalhando os dedos e movendo a mão por toda a extensão da banheira, para ter certeza de que não há nenhum ponto muito quente.

 

Gostou das dicas? Se sim, temos diversos artigos relacionados que certamente agradarão! Conheça a Comunidade Alô Bebê de explore os nossos conteúdos!

TAGS

banho

filho

Comunidade Alô Bebê
Alô Bebê
Alô Bebê Seguir

Redação - Alô Bebê

Ler matéria completa
Indicados para você