[ editar artigo]

Chás ajudam a engravidar: verdade ou mentira?

Chás ajudam a engravidar: verdade ou mentira?

É muito comum ouvirmos falar de mulheres que decidem fazer simpatias e tomar chás quando estão com dificuldades para engravidar. Essas culturas são passadas de geração em geração por pessoas que acreditam que essas técnicas ajudam na hora da ovulação e da concepção. Contudo, muitas dúvidas surgem nessas horas, por isso neste texto explicarmos se os chás ajudam a engravidar, quais são as infusões mais conhecidas e outras curiosidades sobre esse tema.

Os chás realmente ajudam a engravidar?

Apesar de não haver estudos suficientes para provar cientificamente que os chás ajudam a engravidar, existem várias pesquisas que provam que infusões fazem bem para o funcionamento do organismo como um todo, e, como consequência, podem favorecer a ovulação e a fertilização.

Ainda assim, muitos médicos alertam para o fato de que os chás não garantem a gravidez, uma vez que a dificuldade da concepção pode estar em um problema no sistema reprodutivo. Por conta disso, profissionais recomendam que, antes de utilizar qualquer método natural, sejam realizados exames para garantir que está tudo bem com o organismo do casal.

Depois de ter certeza de que não há nenhuma restrição de saúde, os médicos afirmam que não existe problema em incluir ervas na dieta, desde que haja o acompanhamento de um especialistas. Os chás naturais são feitos com vários componentes capazes de melhorar a saúde dos seres humanos, e determinados elementos podem agir em áreas específicas do corpo, então as mulheres podem testar, principalmente, as infusões que fortalecem os sistemas imunológico, nervoso e reprodutor.

Quais chás ajudam a engravidar?

Sabendo que os chás podem, sim, ajudar a engravidar, vejamos quais ervas apresentam elementos benéficos para as mulheres que estão tentando engravidar.

Chá de inhame

O chá de inhame tem um elemento chamado diosgenina, que auxilia o equilíbrio hormonal da mulher e pode aumentar sua ovulação e fertilidade. Segundo estudos da Universidade de Nova York, esse chá pode ter esses efeitos quando tomado nas 2 primeiras semanas do ciclo menstrual. Ainda de acordo com o estudo, a eficácia dessa bebida é tão grande que pode causar até gravidez gemelar.

Para fazer a infusão é necessário ferver 250 ml de água em fogo médio com a casca de 1 inhame até que o líquido se reduza pela metade. Sugere-se que a mulher tome 2 colheres do chá pela manhã, em jejum, por 8 dias até a ovulação.

Chá de folha de framboesa vermelha

O chá de framboesa vermelha é composto por vitamina E, C e do complexo B, por conta disso, acredita-se que ele é capaz de prevenir abortos espontâneos e fortalecer o útero antes da concepção.

Para fazer o chá é necessário despejar 500 ml de água fervente sobre 2 colheres (de chá) das folhas da planta e deixar descansar por 15 minutos. A bebida pode ser tomada de duas a três vezes por dia.

Chá de ashwagandha

O chá da ashwagandha, planta indiana, é capaz de regular os hormônios das mulheres e fazer com que os órgãos reprodutivos funcionem melhor. Sendo assim, ele pode estimular a ovulação e aumentar a fertilidade.

Como a planta pode ser encontrada em pó, seca ou fresca, a forma de preparar o chá pode variar. E sua ingestão deve ser de uma xícara ao dia.

Chá de urtiga

A infusão com urtiga é uma das mais relacionadas à fertilidade, pois oferece altas doses de minerais e clorofila, capazes de ajudar em todas as funções do sistema reprodutivo.

Recomenda-se que a mulher que está tentando engravidar tome uma xícara do chá por dia; para fazê-lo são necessários 4 g de folha de urtiga descansando por 10 minutos em 1 xícara de água fervente.

Maca peruana

Conhecida por seu um grande adaptógeno natural, a maca peruana consegue combater o estresse, aumentar a libido e equilibrar a produção de hormônios. Essa planta também é rica em vitaminas e nutrientes importantes para a gravidez e que ajudam, inclusive, a preparar o corpo da mulher para receber um bebê.

O chá pode ser feito com 1 colher (de sopa) de pó de maca peruana diluída em 500 ml de água fervente, e sua ingestão deve ficar entre 400 g e 1.000 g por dia.

Chás ajudam a engravidar, mas é necessário ter cuidado

Os chás podem ajudar a engravidar, mas também oferecem reações colaterais que são capazes de causar um efeito rebote. Por isso é importante enfatizarmos que, antes de utilizar qualquer método natural, é necessário consultar um profissional da área e fazer exames para checar a saúde do casal.

Comunidade Alô Bebê
Alô Bebê
Alô Bebê Seguir

Redação - Alô Bebê

Ler matéria completa
Indicados para você