[ editar artigo]

Bebê pode e deve brincar no chão

Bebê pode e deve brincar no chão

Lugar de bebê é no chão, é sabe o porquê? Essa é a maneira mais prática do seu filho desenvolver suas habilidades motoras, além de descobrir cada cantinho da sua nova casa! O 1º ano do pequeno é marcado por grandes conquistas, como erguer o peito do chão, sentar, rastejar, gatinhar e andar – e elas acontecerão muito mais rápido se a criança se exercitar em um tapete ou no assoalho, por exemplo.

Não é difícil perceber que um bebê, mesmo recém-nascido, tem muita energia, eles não param quietos mesmo quando ainda não tem total controle de seus movimentos. Muitos pais de primeira viagem ficam ser saber o que fazer com seus filho quando eles estão agitados e acabam carregando as crianças o tempo todo no colo, mas não há essa necessidade. Esse é o momento perfeito para iniciar o contato do bebê com a superfície.

No chão, o bebê tem liberdade para movimentar braços e pernas, fortalecendo seus músculos. Uma boa ideia é deitar o bebê de bruços para ajuda a firmar seu pescocinho! No começo, você pode colocá-lo nessa posição apenas por dois ou três minutos, e aumentar o tempo progressivamente. De baixo, o bebê tem um campo de visão diferente e isso estimula sua percepção. Mantendo esse hábito, por volta dos 3 meses de idade, o pequeno já estará se apoiando nos antebraços e levantando a cabeça e os ombros para olhar tudo que acontece a sua volta!

E é justamente esse interesse pelo que acontece ao seu redor que irá fazer com que o pequeno repare nas pessoas e nos objetos próximos – principalmente nos seus brinquedos! Porém, para alcançar aquele bichinho preferido, ele precisa estar com o desenvolvimento de uma série de competências em dia: coordenação mão-olho, coordenação dos movimentos do tronco e das pernas, além da força necessária nos braços para se conseguir levantar ou mover para outra posição e controlar o pescoço.

E acredite, ele vai se esforçar pra isso! Para aguçar a força de vontade e curiosidade do seu filhote, basta colocá-lo em um local seguro, distante do seu brinquedo “xodó”. Ele ficará livre para explorar o espaço e chegar ao objeto de modo mais independente, o que irá promover também a sua autonomia.

Confie no seu filho! Medos mais comuns dos pais:

Mas e os animais de estimação?

Se a família possui pets, o melhor é delimitar uma área específica da casa para eles ficarem. Dessa forma fica reservado um cantinho de exploração para que o seu bebê possa brincar no chão à vontade – e um local, que de preferência, não tenha pelos.

Como ter certeza que é seguro?

Se a mamãe e papai ainda estiverem muito preocupados, não liberem o contato direto do pequeno com o piso, comprem um tapete próprio para bebês, bem macio, liso e resistente. Lembrando que os protetores de tomada são cruciais para a segurança das crianças, em todas as fases. E claro, a supervisão de um adulto é essencial - até mesmo para não perder nenhum segundo dessa fase tão rica e gostosa que é o despertar das habilidades e movimentos do seu filho. Todo dia é uma descoberta!

Você teria receio de deixar o seu filho brincar no chão? Como estimular a coordenação motora nesta fase? Conte para nós, participe no nosso Fórum!

Comunidade Alô Bebê
Alô Bebê
Alô Bebê Seguir

Redação - Alô Bebê

Ler matéria completa
Indicados para você