[ editar artigo]

Aprenda a ensinar higiene bucal para crianças

Aprenda a ensinar higiene bucal para crianças

O cuidado com a região bucal é algo que começa antes mesmo dos primeiros dentes nascerem e deve seguir por toda a vida. Hoje, os dentistas entendem que é possível não ter cáries e fazer o mínimo de interferências na região.

No entanto, isso só é possível com cuidado constante. Assim, a pergunta que os pais se fazem é: como ensinar higiene bucal para as crianças? A resposta, essa é a boa notícia, é: costuma ser fácil e eficaz.

Gase e água morna

Do nascimento até o surgimento dos primeiros dentinhos, as ferramentas são gase e água morna. Depois de cada mamada, a mãe ou o pai podem embeber a gase em água morna, enrolar no dedo indicador e e passar suavemente nas gengivas, na parte interna das bochechas, no céu da boca e na língua.

A ideia não é fazer uma faxina pesada — o que pode machucar e provocar ânsia de vômito no bebê. O objetivo é remover suavemente os resíduos de leite nessa região.

Mais importante que a limpeza mesmo, é o bebê começar a se habituar com a manipulação da região após as refeições. No futuro, isso facilita o uso da escova dental e a aceitação desse hábito saudável.

Hora da dedeira de silicone

Depois que os primeiros dentes nascem — os odontólogos chamam de decíduos, mas o nome popular é dente de leite — a gase pode ser substituída por uma dedeira de silicone.

Em vez de cerdas, como as escovas de dente, elas têm lombadas que limpam e massageiam a região. Lembre que as gengivas ficam muito sensíveis quando os dentes irrompem, então pode ser que a criança não curta a experiência.

Seja suave e não desista

A cada refeição, uma escovada. Pode usar creme dental, desde que seja próprio para bebês e crianças, sem nada de flúor. A quantidade é equivalente a um grão de arroz, porque é a fricção quem limpa e não o creme.

Daí para frente, à medida que os decíduos nascem, para fazer a higiene bucal das crianças, os pais podem usar escovas infantis bem macias e com o mínimo de creme dental.

A partir dos 2 anos e meio, fio dental

A partir dos dois anos e meio, quando a dentição está bem avançada, a higiene bucal para crianças pede o uso de fio dental. Entre os dentes, suavemente, removendo resíduos da alimentação e placa bacteriana.

Se seu filho se acostumar a usar fio dental logo cedo, passará a ser um hábito e a saúde bucal dele estará mais garantida. Esse é o sonho de consumo dos dentistas. Vale investir.

O que faz a diferença mesmo é a presença e a participação dos pais na hora da escovação. Uma criança só tem força e condição de fazer sua higiene bucal completa depois dos 8 anos de idade.

Existem algumas maneiras de ensinar higiene bucal para crianças de forma mais alegre e divertida.

  • Crie histórias e personagens relacionados à higiene bucal. Escova e pasta são os herois que combatem os vilões placa bacteriana, mau hálito, cárie, gengivite, aftas e toda a legião de malfeitores.

  • Vídeos na internet, desde que recomendados pelo dentista e pediatra, são boas fontes de informação (e de convencimento).

As redes sociais também ajudam. Compartilhe o que aprendeu aqui com seus amigos e familiares. Basta copiar e colar o link e espalhar as novidades sobre higiene bucal para crianças!

Comunidade Alô Bebê
Alô Bebê
Alô Bebê Seguir

Redação - Alô Bebê

Ler matéria completa
Indicados para você