[ editar artigo]

8 dicas para a recuperação completa da cesariana

8 dicas para a recuperação completa da cesariana

Está grávida e irá realizar uma cesariana? Se sim, o pós-operatório pode ser bastante delicado, sobretudo nas primeiras semanas. Para enfrentar melhor este período, selecionamos dicas preciosas quanto ao repouso necessário, à cicatrização, possíveis desconfortos, e tudo o que precisa de saber para aproveitar melhor os primeiros momentos com o seu bebê!

De acordo com dados do Ministério da Saúde, a cirurgia cesariana já representa mais de 84% dos nascimentos no Brasil que acontecem na rede particular; na pública, são 40%. Ou seja, precisamos urgente saber dos cuidados que ela exige!

Confira 8 orientações importantes para ter uma recuperação completa:

Repouso total

Na volta pra casa, os primeiros 15 dias da mamãe devem ser voltados somente ao bebê e a sua recuperação! A mulher deverá evitar esforços, dedicando-se apenas ao seu bem-estar, à amamentação e aos cuidados com o pequeno. Esse é o momento perfeito para colocar o companheiro e os filhos maiores para contribuir nas tarefas de casa! Grandes esforços físicos podem atrapalhar a cicatrização e causar dor – então, evite.

Aguarde para voltar às atividades físicas

Três semanas após o parto é possível voltar a realizar alguns exercícios leves, como caminhadas e jogging. É estritamente importante passar no médico antes de iniciar os treinos e respeitar o seu próprio limite. Lembre-se sempre: se gerar incômodo, significa que é hora de parar.  Já as atividades mais intensas estão liberadas somente 45 dias depois da cirurgia.

Uma ressalva: mesmo que a mamãe seja uma atleta e tenha mantido a prática constante dos esportes durante a gravidez, agora o seu rendimento será diferente e possivelmente mais baixo, já que a chegada do bebê desestabiliza o metabolismo da mulher. Além disso, é bom ficar de olho nos efeitos colaterais dos exercícios: desidratação em excesso por causa do suor pode diminuir a produção de leite e comprometer o aleitamento. Caso isso aconteça, apenas diminua a frequência dos exercícios, e não se preocupe, com o tempo a sua rotina certamente voltará a ser agitada como antes!

Cuide da sua cicatriz

A maioria das cesarianas é feita com um corte no baixo ventre, na famosa marca do biquíni ou até mesmo um pouco abaixo. Logo após o parto, a incisão vai ter uma aparência bem avermelhada, mas, com o passar das semanas e dos meses, vai clareando. E pode ter certeza, um ano ou dois após a cesárea, ela vai praticamente sumir!

Voltando um pouco no tempo – assim que a mamãe chegar em casa, ela pode ficar preocupada com a questão de “tirar ou não os pontos”, e isso depende do tipo de sutura feito pelo médico. Então é aconselhado conversar com o seu obstetra antes para não ficar com essa dúvida! De qualquer maneira, cerca de dez dias depois do parto é recomendável ir ao médico para conferir como estão a sua recuperação.

Para que a cicatrização ocorra sem nenhum problema, a regra principal é manter a higiene local. No caso da cesárea, isso significa lavar a cicatriz com água e sabão neutro. É importante secar bem (e delicadamente) e deixar a área arejada em algum momento do dia.

Além dos cuidados de limpeza, a mamãe precisa ficar atenta a possíveis sangramentos, aberturas e saída de secreções. Se isso acontecer, procure ajuda especializada o mais rápido possível!

Nem pense em ir a farmácia comprar um creme ou pomada para cicatrização sem autorização médica. Esse é um erro bastante comum, muitas pessoas pensam que por existir uma cicatriz, as pomadas desse tipo fazem parte da rotina de uma mamãe de fez cesárea.  Elas são medicamentos que só devem ser usados com indicação médica, em casos de infecção. Somente se o obstetra liberar, a mãe pode aplicar antissépticos para evitar contaminações por bactérias.

Para diminuir o inchaço

Na parte física, são indicadas massagens, drenagens linfáticas e meias elásticas para ajudar a desinchar o corpo. O desconforto é comum em mamães que acabaram de ter seus bebês, principalmente no caso de cesariana. Isso acontece por causa dos líquidos acumulados no organismo durante a gravidez.

Já na parte prática, chás são ótimos aliados: as efusões de camomila, gengibre e cardo de mariano cumprem essa função além acalmar a mamãe e ajudar na produção de leite materno. Principalmente nesta fase deve-se tomar cerca de 2 a 3 litros de líquidos ao longo do dia, incluindo os chás citados – sempre sem açúcar.  

Para aliviar a dor

Algumas mamães sentem incômodo na região da cicatriz, então para reduzir o desconforto é indicado colocar compressas de gelo sobre a região, desde que esta não fique molhada. Para isso, coloque o gelo em um saquinho, e deixe atuar cerca de 15 minutos, de 4 em 4 horas.

Fique de olho na alimentação

É esperado que a função intestinal fique lenta por conta dos efeitos da anestesia e a imobilidade parcial dos dias posteriores a cesariana. Esses fatores contribuem para a acumulação de gases e o intestino preso. Para estimular a ativação dos movimentos intestinais é indicado que desde o primeiro dia a mamãe tome muito líquido e mantinha uma dieta rica em fibras!

Amamente sim!

Nada impede que a mamãe dê de mamar desde o primeiro momento! No início pode ser difícil encontrar uma posição confortável para realizar o aleitamento, mas nada é impossível! Enquanto estiver no hospital, as melhores pessoas para te ajudar são as enfermeiras, que colocarão o bebê com a boca a altura peito. Já em casa, amamentar deitada de lado funciona bem porque evita que o bebé toque no local da incisão.

Ame muito!

Depois de 30 dias após a cirurgia, a mamãe já está liberada para ter relações sexuais.  Antes disso, o sexo não é aconselhado por que o útero ainda está dilatado e o risco de infecções é maior. Dica: depois do parto também é preciso se proteger: use camisinha sempre! E caso você não queira (ainda) dar um irmãozinho para o seu bebê, o uso de contraceptivos está autorizado depois de 15 dias após o parto.

Esse conteúdo foi útil para você? Nosso post foi importante para tirar dúvidas relacionadas ao pós operatório da cesariana? Se sim, compartilhe com seus amigos e familiares! A cirurgia cesariana ainda é motivo de muita discussão, mas aqui só nos importamos com a recuperação total da mamãe!

Comunidade Alô Bebê
Alô Bebê
Alô Bebê Seguir

Redação - Alô Bebê

Ler matéria completa
Indicados para você